quinta-feira, novembro 27, 2008

[...]


Sabe aquelas épocas que você sente que a decisão está para ser tomada?
E que você não pode fazer muita coisa a não ser engolir sua sensação de impotência e esperar?
Pois, eis-me aqui a sentir.
Continuo levantando cedo, fazendo o que "devo" e chegando no fim da noite com a mesma impressão..Pra que?
Sinceramente, não sei!
Mas, sei que se não fizer nada, será muito pior.
É, pior! Pior do que fracassar é ficar inerte, esperando que o que não vai acontecer aconteça.
E quer saber mais? A adrenalina do "começar de novo" me excita tanto que faço questão de me jogar de cabeça. O torpor da ansiedade e tensão, talvez, seja até melhor que o próprio gozo da vitória. Pelo menos pra mim, vai saber. Quando se ganha, ganha e pronto. Porém, enquanto ainda se tem pelo que lutar, o gostinho da tão depressiva "sensação de impotência" me arrepia. Mas, como ela sempre vem à noite, quando acordo, ela já não está mais por aqui; E tudo recomeça.

Visão ilimitada

Quero tudo, quero agora,
Quero tempo, quero hora,
Me limite!

Tenho fome, tenho pressa
Tenho cisma, tenho festa.
Me identifique!

Sinto sede, sinto cores
Sinto lugares, sinto temores,
Me algorize!

Conto sintomas, conto anseios,
Conto histórias, conto sem freio.
Me sintetize!

Digo tudo, digo nada,
Digo o que não se permite, fico calada.
Me discrimine!

Eu faço sexo, faço prazer,
faço feliz, faço doer.
Me vulgarize!

________________
Eu.

ps: possíveis palavras inventadas aí. Versos livres, sujos e livres.

"Mesmo se eu pudesse, fazer do meu jeito, tudo que eu quisesse, ardendo no meu peito(...)
Eu tenho medo, eu não quero ir, chove aqui dentro, raios caem em mim. E se eu for, não irei voltar, raios não caem duas vezes no mesmo lugar(...)"

ouvindo: Nitera - Raios.

;* nos que passam.

6 comentários:

Albert Elliot disse...

No fim, vamos todos sentir esse gostinho da vitória.

Na praia, como eu te disse.

"Me limite, se puder."

Café no sangue cura. disse...

O pior medo, é o medo de perder! quem não arrisca, perde a gloria de chorar! :)

Eu faço sexo, faço prazer,
faço feliz, faço doer.
Me vulgarize!
DEMAIS ISSO! o/
e palavras inventadas são melhores do que não ter palavras ;)

:*

Karolina disse...

eu estou me sentindo ao contrário.
Ultimamente "começar de novo" me dá uma sensação de "ai, num quero. Nao tenho mais forças". Tenho q parar com isso.


= = = = = = = KAROLINA = = = = = =

Maiara disse...

porque eu atorón (como vc diz) o que vc escreve .
meu bem , suas palavras são demais!

E o melhor , se jogue de cabeça!
medo ?
haha
pq vc é DIVA querida!
:*********

Marina M.Cardoso disse...

versos livres e sujos são os sinceros.

ela. disse...

me orgulha.