sábado, abril 09, 2011

sobre os castelos...


Achava ela que tinha construído seus castelos em base sólida.
Não! Tudo não passava de areia movediça. Tudo se desfez na velocidade das lágrimas que ela derramou.
Dizem até que foram suas próprias lágrimas que amoleceram a areia dos catelos...
Eram muitos, uns maiores do que outros. Mas eram frágeis, muito mais que ela.




(...)




O que ela não sabia era que assim como a destruição - forte e avassaladora, viria também a redenção - linda e robusta.
Lá vai ela, não podes ver? Ali, carregando pás e sonhos, construindo outros castelos por cima dos que cairam ou foram derrubados.
Talvez os construa sozinha, talvez precise de ajuda mas, quem vai saber? Só o tempo dirá. E ela quererá saber de tudo e nos contará tudo também. Ela tem paciência de esperar o tempo necessário para que as lágrimas sequem.

E agora os castelos não são mais somente de areia...

4 comentários:

.bárbara disse...

muitas coisas fazem esses castelos ruirem...ou a falta delas, né?

derramar lágrimas faz bem pra alma, é sua forma de transbordar quando sobrecarrega, mas poderia ser menos doloroso às vezes..

e espero mesmo que a menina continue com sua pá, construindo castelos ainda maiores, por cima daqueles destruídos. Porque é assim que superamos o que passou.


^__^
Anne, abraçãaoooo!

e tb vejo que somos muito parecidas viugeeeee..x.x

ela. disse...

nunca que vou te deixar fazer castelo sozinha.
levo um bocado de sonho e de conchinhas, pode ser?

tamo aqui, sempre.
amo.
muito.

Pêaga Rodrigues disse...

'carregando pás e sonhos' lindo isso. sempre lindo por aqui!

.bárbara disse...

Nussa Anne, me conta esse sonho depois. Tive outro.E realmente tenho pesadelo quase toda noite.

Afff...se pensou em mim, capaz de eu ter estado lá.

E me ensina a "exorcisar" tb.

:***