quarta-feira, julho 21, 2010

cobras, lagartos, mal humor, melodrama e correria.


Ela sempre foi assim. Quanta carência, gente. Me diz, pra que isso? É para aparecer, chamar mais atenção que os outros? O que ela tem de gente boa tem de chatisse com essas infantilidades que não cabem mais nas roupas de vinte e poucos anos. Chega de adolescência tardia!
Já não basta conhecer as pessoas? Tem que andar sempre vestida com o bom samaritanismo e fazer a linha "oi sou legal, gostem de mim?!". Ah, pra mim não dá não.
Tô ficando é velha, chata e mal humorada e sabe do que mais, eu tô achando é bom.
Eu quero é vida de gente grande, compromissos, liberdade, cabeça cheia e peito aberto. Quem disse que o mais fácil é o melhor?
Falando em fácil, ta bem dificil, hein? Estranha essa sensação de apatia mórbida paralitica. Se alguém souber como minimizar isso entra em contato. Meu e-mail e telefone estão na assinatura desta mensagem. Que fique claro que eu não quero sentir isso, nunca quis! Mas, essa sensação de mecanismos e engrenagens esta me matando. E isso eu não posso negar.
Falando nisso saiu o CD novo, você viu? Eu sei que quase ninguém gosta, que na verdade, só eu gosto mas, e daí? Eu gosto mesmo de exclusividade! Até sonhei com isso, foi bom demais. Vou fazer minha tatuagem, pode demorar mil anos e pode mais ainda todo mundo me chamar de imbecil mas ó, foda-se. Cada um já tem sua própria vidinha, vão querer se meter na minha por esporte, depois passa.
Tomara que passe mesmo! Que por falar em passar, que fase, viu? Nem o Brasil foi hexa. 2010 me enganou. Me prometeu e não cumpriu tudo. Mas cumpriu parte, pelo meos. É, isso é!
Tô achando bem legal o inglês. Espero poder cursar todos os níveis. Vou conseguir, é só querer, né? Tô querendo mesmo é aquela optativa para preencher o tempo que vai ficar vago por não ter querido aquela obrigatória. Vai atrasar tudo. É, eu sei mas, eu não ligo. Ia fazer o negocio sem vontade? Não ia! Ia atrasar de qualquer jeito. Pois é! No mais, só me resta esperar tudo isso passar. Vai melhorar, embora eu ache que eu estar ficando velha não vá mudar em nada. Dia 13 ta chegando! Ah, que nada, tá longe ainda. Enquanto ele não chega eu vou ficar aqui esperando para ver se vai ser confirmado meu pedido de matrícula na faculdade, as férias tão acabando. É? E elas começaram quando mesmo? Nem sei, nem vi...

*Essa conversa entre ela e si mesma não tem fim.
________________________-

Aqui estou eu, mais uma vez, falando da vida que não me pertence.
Aliás, Todas as vidas me pertencem nesse espaço.

2 comentários:

.bárbara disse...

hummmmmmmmm, "um monte confuso de forças cheias de infinito"...

pensei que EU só conseguiria definir a MIM mesma nesse poema do Álvaro de Campos...

mas esse seu post..pqp!
nossa, gata!

olha só, não viu as férias começar, ok! Mas que pelo menos comece a enxergar antes q acabem!

vamos lá, já voltou ao blog, já é algo legal...
aliás, eu não quero essas preocupações de adulto mais não...cansei delas...gostaria de alguém pra me sustentar nesse momento...ou pelo menos pra pagar as contas básicas e me deixar mais aliviada.

Não pede isso...vc não va curtir!
mas desabafa! é fériasssss!

bjoca

Maiara. disse...

essas conversas interminaveis são super necessárias, né? haha
adorei como você escreveu (eu sempre adoro rs)